Prince of Persia: The Lost Crown marcará presença no aguardado evendo da The Game Awards, que aconterá no dia 7 de Dezembro.

Apesar da franquia de “Prince of Persia” ter feito sua estreia nos games em 1989, com o lançamento do primeiro jogo para o sistema Apple II, a franquia Prince of Persia alcançou o ápice de sua popularidade no início e meados dos anos 2000.

Durante esse período, a trilogia das Areias do Tempo, composta por The Sands of Time, Warrior Within e The Two Thrones, conquistou enorme sucesso na sexta geração de consoles (PlayStation 2, Nintendo Game Cube e Xbox), vendendo mais de 14 milhões de cópias.

Contudo, nos anos subsequentes, as tentativas da Ubisoft de reviver a popularidade da franquia mostraram-se infrutíferas, seja com o reboot Prince of Persia, lançado em 2008, ou com o título The Forgotten Sands, ambientado entre os eventos de The Sands of Time e Warrior Within.

Novo fôlego para série

Este último foi uma clara tentativa de resgatar os tempos dourados da série. No entanto, esse esforço de “resgate” parece encontrar um novo fôlego em Prince of Persia: The Lost Crown, um jogo que, apesar de não contar com o mesmo orçamento de um AAA da Ubisoft, mostra sinais promissores de se tornar um excelente título de ação e aventura em 2.5D, com elementos característicos de Metroidvania.

Reprodução: Ubsoft

A trilogia original, The Sands of Time, Warrior Within e The Two Thrones, deixou uma marca indelével no mundo dos games, oferecendo uma boa narrativa, mecânicas de jogo inovadoras e um protagonista carismático. No entanto, as tentativas subsequentes de revitalizar a franquia não conseguiram capturar a magia e a recepção calorosa que a trilogia inicial alcançou.

O reboot Prince of Persia, de 2008, embora tenha recebido elogios por seu estilo artístico único, não conseguiu corresponder às expectativas em termos de narrativa e jogabilidade. Já The Forgotten Sands, lançado em 2010, foi uma tentativa louvável de reconectar os fãs com a essência da série, mas também não conseguiu recuperar totalmente o brilho do passado.

Estilo visual 2.5D

A esperança para o renascimento da franquia surge agora com Prince of Persia: The Lost Crown. Embora seja evidente que o jogo não desfrute do mesmo orçamento robusto associado aos títulos AAA da Ubisoft, ele compensa isso com um enfoque claro na qualidade de sua proposta. Ao abraçar um estilo visual 2.5D, o jogo promete oferecer uma experiência envolvente, combinando ação e aventura de forma equilibrada.

O termo Metroidvania, frequentemente associado a jogos que combinam elementos de Metroid e Castlevania, indica que Prince of Persia: The Lost Crown explorará a exploração não linear, com áreas interconectadas e aprimoramento gradual das habilidades do protagonista. Esse enfoque pode representar uma virada significativa para a franquia, reintroduzindo elementos que capturaram a imaginação dos jogadores nas Areias do Tempo.

Embora Prince of Persia: The Lost Crown não tenha a ambição financeira de seus predecessores, há uma ansiedade crescente entre os fãs que veem no jogo a promessa de resgatar a essência que tornou a franquia uma referência no passado. Resta agora aguardar para ver se este título, apesar de sua escala mais modesta, conseguirá reavivar a chama de um dos ícones dos jogos de aventura.

Prince of Persia: The Lost Crown tem data marcada para ser lançado em 18 de janeiro para PS4, PS5, Xbox One, Xbox Series, Nintendo Switch e PC.

Leia também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *